Um deepfake é uma técnica que utiliza inteligência artificial (IA) para criar conteúdo falso que parece verdadeiro, como fotos ou vídeos alterados com o rosto de uma pessoa. Com esta técnica, é possível trocar o rosto de alguém numa cena ou modificar o que a pessoa diz.

Os deepfakes podem ser usados para fins maliciosos, como golpes de phishing, roubo de identidade e ataques automatizados de desinformação, como fake news. Por exemplo, colocar a venda um produto usando a voz ou vídeo falso de uma pessoa famosa, nos quais ela afirma ser um produto confiável ou uma condição imperdível de descontos, porem todo o conteúdo não existe.

A detecção de deepfakes altamente sofisticados pode ser um desafio, mas especialistas dizem que prestar atenção a detalhes anormais nas transições faciais e movimentos pode ser uma chave para os reconhecer. 

A Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que criminaliza a prática do deepfake no Brasil, com o objetivo de coibir o uso da tecnologia para a criação de vídeos ou imagens íntimas falsas de pessoas.

Fique ligado e conte com a gente!

SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS QUÍMICAS E FARMACÊUTICAS GUARATINGUETÁ